terça-feira, 10 de maio de 2011

Nada em concreto #2

Se o David já não escrevia aqui há muito tempo então eu... Sou mesmo desaustinada. A verdade é que também não tenho tido muito que vos contar, e com a maioria vou falando e actualizando-me através de telemóvel, blogs pessoais, msn, facebook...
E este cantinho por aqui anda meio vazio, mas muito bem entregue à Guida, Vânia e David, a quem devíamos entregar a medalha de honra do blog lol.
Adiante. A minha vida ultimamente anda um bocado vazia. Saí do call center da PT no fim de Janeiro, porque queria arranjar um trabalho a full-time (lá estava a fazer quatro horas e era complicado passar a tempo inteiro). Bem, esse trabalho ainda não apareceu, e claro que eu não ando só a procurar na área nem só em Bragança. Sou optimista, e acredito mesmo que não vai demorar até organizar a minha vida outra vez que bem está a precisar. Entretanto também andei ocupada a fazer os censos. Sim, sim, andei a bater de porta em porta (a 345 para ser mais específica) e a chatear a maltinha toda para preencher e responder àquelas perguntas todas... Agora também vou ser cliente-mistério... Pronto, cá me vou arranjando para ter os meus trocos, mas obviamente que agora anseio por uma mudançazinha!!
Ah!! No último fim-de-semana antes deste fui ao Porto, fui visitar a minha amiga Ju que está lá a tirar doutoramento e obviamente também fui porque coincidia com os anos do Ricardo. Só faltavam mesmo vocês, imaginem as parvoíces... É como se estando com o Ricardo, também matasse saudades de toda a irmandade (porque é o tal espírito!!) Andar de carro com o Ricardo pelas ruas do Porto foi uma aventura, andámos às voltas no metro porque este insistia em não parar na nossa saída, o Ricardo por sua vez insistia em meter conversa com toda a gente que passava na rua "pessoas falem comigo!!", bebemos dois litros de cerveja em meia hora para poder entrar numa discoteca e depois acábamos por não ir a nenhuma, andámos, saltámos e corremos à chuva e a gritar "olhó bolhão!olhó bolhão!", lembrámo-nos de inventar um jogo que consiste em beber fechados na casa-de-banho às escuras (neste jogo o Ricardo sentou-se na sanita), ligámos para linhas eróticas e não só e o Ricardo falou com uma ucraniana que não estava de serviço essa noite (ooooh :(), quando o Ricardo lhe disse "olhe eu queria era f@der" ela desligou, e pela primeira vez fui um autêntico desastre a jogar ao buzz (falta de hábito). Enfim, aventuras que espero dentro em breve voltar a viver com mais alguns membros da irmandade!

Despeço-me com amizade, até ao próximo post =D (espero que não demore tanto)

3 comentários:

Vipy disse...

Obrigado Elsa, demorou pelas novidades mas já me fizes-te soltar umas belas gargalhadas. Bem essa ida ao Porto deve ter sido o máximo. Só vocês mesmo para terem essas ideias... "falem cmg, olhô bolhão e eu quero é fdr" foi de facto TOP.
Continuação de boa procura no work... logo logo vai aparecer algo ;)

Dreama disse...

Iei novidades da Elsa... Quando estive em Moncorvo falei em ti! A Cristiana embedou-me muito! =P

Manda o teu currículo para os recursos humanos da Cofina, comigo resultou e sei que em breve vão abrir vagas na minha redacção tenta! O "não" já o tens garantido, agora vamos ao sim! =)

Beijinho

elsies disse...

Sim! logo no dia a seguir a Cris mandou-me mensagem a contar, lol, o que te vale é que ela disse que só falaste bem hum :D

Ok, vou seguir o teu conselho! ;)