sábado, 6 de dezembro de 2008

Fui a Madrid!

Faço agora uma pausa nos 150.00 trabalhos que tenho que fazer, para acrescentar umas notas sobre a visita a Madrid.

Ainda estava meio a dormir apanhei o autocarro em Salamanca. Cheguei lá muito cedo para os padrões de Espanha e lá fui de metro até ao Sol que é o centro. A esta hora ainda "só" estavam umas centenas de pessoas nas ruas, alguns vendedores da "loteria de navidad" e turistas como eu.
Lá comecei a dar uso ao meu roteiro turístico preparado em casa e fui ter à Plaza Mayor. Estava cheia de barracas, pois nesta altura há uma feira de Natal. Mas como ainda "era cedo", a maior parte estava fechada. Decidi adiar a minha visita alí para mais tarde. Fui então para a Catedral de Almudena e de seguida para o Palácio Real, onde não se podia tirar fotos - resultado: comprar carradas de postais. Quando acabou a visita, já a morrer de fome, dou de caras com uma fila enorme para entrar, assim tipo Expo98 ou coisa parecida, animadores de rua de toda a qualidade: um sr. com um acordeão a tocar músicas de Natal, outros com violinos a tocar músicas conhecidas, outro que fazia música com copos de cristal, um vestido de cavaleiro que punha as crianças todas a chorar e um chinês a vender “paláguas” (pára águas = guarda chuvas). Fico assim dois segundos a olhar a imensidão da fila e penso: “Porra, do que eu me livrei!” Voltei para a Plaza para ver se aquilo já estava mais animado. Mal se conseguia entrar. Dá gosto ver, em Portugal estaria tudo num shopping qualquer, com cara de enfadado, as gajas de loja em loja, os maridos encostados nos corrimões à porta da Zara e da Bershka (ou lá como é que se escreve) com caras de infelizes e as crianças a fazer um berreiro; aqui é só famílias, desde o neto à avó, passando pelos pais com chapéus de rena e de pai natal, o tio com um assobio e a prima com uma bolacha-americana-ultra-recheada-de-chocolate! Como começou a chover nesta altura lá comprei também um gorro de pai natal e fui-me abrigar (e comer) ao pé de uns animadores que cantavam músicas de natal, mas em vez de ser com a letra original era só com ordinarices… (metade eu não percebia mas pela reacção dos espanhóis devia ser divertido). Hehehe! Ou melhor: Oh oh oh! (eu hoje ‘tou bastante parvo).
Depois lá fui vendo o que tinha planeado: zonas comerciais, Gran Via, Praça de Espanha, Calle Alcalá, Plaza Cibelles, Plaza da Independência, Parque do Retiro, Museu do Prado (só por fora, que com o tamanho da fila nem me atrevia e também porque não tenho paciência para ver quadros), estação de Atocha… E foi aqui que eu dei barraca. Estava eu muito entretido a olhar para todos os lados e a tirar fotos quando ouço: “Eeeeeeeeeeeei Atencióooooooooon!” Acordo para a realidade e dou por mim com os dois pés em cima de vários DVD’s piratas que um sr. emigrante tinha para vender em cima de uma toalha… Se eu tivesse um buraco enfiava-me, mas como não tinha lá pedi desculpa e entrei para dentro do Dounut café que estava ali para me salvar. Depois de comer e beber aquelas coisas super doces mas boas, decidi ir à estação de Atocha (que mais parece um jardim botânico por dentro) para ir à casa de banho. Como ainda faltava mais de uma hora e meia para regressar, decidi voltar ao Sol e apreciar mais toda aquela animação.

Feitas as contas no Google Earth caminhei mais de 10km’s, mas vi tudo o que queria e adorei!


7 comentários:

Vipy disse...

Este titulo fez-me lembrar a musica: "Já fui ao Brasil, Praia e Bissau, Angola, Moçambique..." lai lai lai
LOOL
Muy bien chico David, conocer otras ciudades!
Eu já queria lá ir e agr com as fotos mais um incentivo!
Parti-me a rir com a cena dos DVD's, já não há respeito pelos marroquinos hein :P

elsies disse...

Meu bébésão! (looool)
Andas-me aí com esse cú passeador por todo o lado!
É engraçado, porque Madrid pareceu-me (pelas fotos), uma cidade urbanisticamente organizada, pelo menos o património como os museus e os palácios e tal, não estão cheios de casas à volta e podem-se observar em toda a sua panorâmica, é algo que não se vê em todas as cidades.
Gostei da bonecada natalícia claro, ah e também achei bonita a fachada da estação de Atocha, pareceu-me bastante diferente do habitual.

Ah, também gostei da parte do donut azul, eu não sei se já têm mas eles deviam ter a especialidade donuts da marca Tal.

Silverboy disse...

Pois é!Há que aproveitar enquanto cá estou, para passear. Daqui a nada acaba e depois??
Sim, realmente Madrid superou as minhas expectativas. É como tu disseste uma vez: "as capitais não são a representação de um país, são capitais do mundo!" (tavas inspirada). Tem todas aquelas coisas que se podem encontrar em qualquer capital, mas deixaram espaço à volta dos monumentos.

Sim, a fachada da estação faz mais lembrar um mercado do que uma estação.
Os Donuts não sei se tem marca Tal, mas podia ter marca Eroski, que é o equivalente cá :P

Ah, e havia também um assim mas verde com aquelas coisas redondas tipo missangas de pôr nos bolos, às cores...

elsies disse...

Eu disse isso!? credo, às vezes surpreendo-me.
O donut de missangas verdes parece-me bem, mas fico a pensar, ao que sabem esses donuts cheios de "confetis"?

Mas agora vou é ler o teu último post, ainda só li o título e soa-me que não vem coisa boa xD

Silverboy disse...

Ya disseste!Devias estar completamente parva ou assim. Mas não, tens razão no teu ponto de vista, já não sei porque é que estavamos a falar disso, mas estava certo.
Pois o verde não sei ao que saberá, se lá for outra vez peço um. O azul sabia assim àqueles bolos de massapão em forma de animais, era bom :p

Dreama disse...

Seu passeador assim é que é :P
P.S. Andas a imitar os meus Donuts Azuis??? Só por isso ontem comi um e amanhã como outro!

Selene disse...

Que giro! Nunca tive grande interesse em conhecer Madrid, mas essas fotos surpreenderam-me. É uma cidade muito mais bonita do que eu pensava! E parece bem animada. Que inveja! :)