domingo, 7 de junho de 2009

HOW TO SURVIVE AFTER ERASMUS

"Todos aqueles que, como eu participaram no programa Erasmus, ou numa outra experiência de estudos fora do seu país, onde puderam confrontar-se com diferentes culturas, sentem que isso, de uma forma ou outra, mudou a sua vida; e quando voltam para casa sentem-se tristes, confusos, como se viessem de outro planeta. É um síndrome que pode durar muito tempo, mas por sorte existem alguns conselhos que podem seguir! Tenta não desesperar ou ficar deprimido, mas pelo contrário sentir-te sortudo por esta experiência incrível e considera-a como o ponto de partida para novas aventuras.
Aqui ficam os meus próprios conselhos:


1) Não penses em todo o dinheiro que gastaste em álcool ou em bares: com esse dinheiro poderias provavelmente comprar um carro novo.
2) Continua a divertir-te com os amigos: organiza festas temáticas, loucas, alternativas; mas fá-las sempre no apartamento deles.
3) Se ainda viveres com os teus pais, foge o mais depressa possível antes que cometas algum assassinato.
4) Transmite o teu espírito de Erasmus aos teus amigos: embebeda-os de independência e divertimento. Mas, depois disso, arranja um bom emprego.
5) Se vives numa grande cidade cheia de dinamismo, nesse caso tens sorte, e não terás grandes problemas em recompores-te! Mas se vives numa pequena aldeia ou numa cidade morta… estás lixado!
6) Sempre que te sentires em baixo e que gostavas de voltar à tua vida de Erasmus, pára um momento: vê as fotos e os vídeos da tua experiência e sente-te sortudo por tudo aquilo que fizeste: não é para todos!!
7) Encontra alguém com quem falar Inglês!
8) Junta-te a grupos e organizações para conhecer novos estudantes de Eramsus, como o ESN.
9) Vai a festas de Erasmus e tenta conhecer outros estudantes Erasmus na tua cidade.
10) Estudantes de Erasmus geralmente voltam para casa em Dezembro/ Janeiro ou em Maio/ Junho: para o primeiro grupo…desculpem mas vão sofrer do síndrome. Para o segundo: pelo menos aproveitem o Verão!
11) Carpe diem.
12) Não te admires se durante Erasmus tiveste a actividade sexual de um actor porno e na tua cidade todos te parecem castos e puros.
13) Começa a estudar as línguas das quais apenas aprendeste palavrões.
14) Planeia imediatamente a tua próxima experiência no estrangeiro: estágios, outros programas de mobilidade, etc.
15) Planeia um encontro com os teus amigos de Erasmus: será como um segundo Erasmus!
16) Junta-te a este grupo e convida todos os teus amigos ;) "

Sim eu sei que é o meu segundo post hoje, mas acabei de me juntar a este grupo no facebook e decidi partilha-lo com voces.
Exactamente daqui a um mes terei de voltar a reler isto e pensar que sim... foi muito bom enquanto durou, talvez uma das melhores experiencias que tive (talvez não, foi mesmo), até lá espera-se que os exames acabem para poder disfrutar dos últmos dias como Erasmus.

Pero ahora solo de pensar ya te echo de menos...

6 comentários:

Silverboy disse...

Ah pois é... Infelizmente já sei o que isso é e digo que não é nada agradável...
Tentar planear alguma actividade que dê para recordar os bons tempos não é facil para estes lados. Mas não podemos desanimar! Agora que eu estou quase a sair da fase negra pós-erasmus é a vossa vez de sair. Muita sorte e força!

Dreama disse...

Merda não vivi bem o erasmus... Não tive a parte sexual! =P
Já tenho pessoas para falar em inglês e espanhol =P
E falta aí o mais importante, a tua vida nunca mais será a mesma, a tua cabeça abriu-se aos novos horizontes, não vais querer mais sítios pequenos e amadureces intelectualmente...
Sinceramente por muito que conheça mais erasmus nunca vou voltar a viver assim, nem Barcelona se mostrará assim para mim! Por agora recordações vão ficar e muitas lições de vida...
Depeço-me com uma das frases que mais me marcaram num filme que vi sobre erasmus:
"A minha vida agora não é só a minha vida, é a dele, a dela, a de todos!" =)

Vipy disse...

Pois é David desanimar nunca, sim por esses lados já vi que é dificil fazer o que quer que seja, mas pensamento positivo estão quase a chegar... a festa é aqui. E sei que vai ser preciso ajuda pesicologica para sair do estado pos.erasmus :P
Quanto ao teu comente guiga quase que me fez cair uma lágrima :(
Mas concordo apartir do momento em que eu sou Bania Pilipa e tu Margarita Alexandrata já somos pessoas diferentes de antes lool
Agora ja temos com quem falar ingles, frances, alemao, belga "brasileiro", ITALIANO (so mesmo pa te chatear.
Um dia voltarei mas lá está já nada será o mesmo, quanto a essa frase ainda me lembro de vermos o filme e tarmos a passar pela mesma situação do protagonistaa, agora já o viamos de diferente maneira!
Quanto a lições de vida... mais que muitas!

Dreama disse...

E pelos vistos agora sou guiga =P
Lá por ficares com a lágrima no olho não te vingues ai ai ai
Só me resta acrescentar:
Aqui fui e ainda vou ser FELIZ =D

jonesforever disse...

É bem verdade, quem tem essa hipótese de viver uma experiência Erasmus, fica com uma visão diferente de várias coisas, porque as convivências que se fizeram e as situações que se viveram foram únicas e guardam-se num recanto especial da nossa cabeça para o futuro, não é bem o mesmo do que ir de férias para o estrangeiro, embora possa ser semelhante, penso que o Erasmus é mais intenso, mas apenas quem fez Erasmus poderá dizer mais de sua justiça, ficam desde já os meus parabéns por uma lista tão bem organizada, suponho que possa dar para sobreviver!

|--Turko-> disse...

these guidelines are taken from the group "HOW TO SURVIVE AFTER ERASMUS" translated in 25 languages :

http://www.facebook.com/group.php?gid=88632033379

thanks for sharing them : )
Fabio Turchet